Transtornos vasculares

DESCRIÇÃO

Vasculopatias são problemas nas artérias e veias. As artérias são tubos que trazem sangue rico em oxigênio do coração para os dedos. As veias são canos que devolvem o sangue usado ao coração e aos pulmões. No punho, as artérias radial e ulnar trazem sangue para a mão. Essas artérias se conectam em dois arcos que se ramificam para fornecer sangue para cada um dos dedos (Figura 1).
Figura 1 – Anatomia vascular da mão

Esses distúrbios são menos comuns nas extremidades superiores (braços) do que nas extremidades inferiores (pernas), mas ainda afetam cerca de 10% das pessoas. Podem causar problemas como dor, feridas abertas ou até perda de partes do corpo.

CAUSAS

Pessoas com doenças como diabetes, hipertensão arterial ou insuficiência renal podem ter mais chances de ter problemas nos vasos. Trabalhar com ferramentas de vibração, estar em temperaturas baixas e fumar pode piorar os problemas vasculares.

As causas de distúrbios vasculares geralmente se encaixam em um dos 5 grupos:

  1. Traumático, que ocorre após a lesão
  2. Compressivo, que ocorre quando os vasos achatam
  3. Oclusivo, que ocorre quando os vasos estão bloqueados
  4. Tumores (crescimentos) ou malformações (tubos deformados e emaranhados), que podem ou não estar presentes desde o nascimento
  5. Os espasmos dos vasos, que ocorrem quando o controle anormal dos vasos os faz estreitar

SINAIS E SINTOMAS

Os sintomas de distúrbios vasculares podem incluir:

  • Dor
  • Mudanças anormais de cor nas pontas dos dedos
  • Úlceras ou feridas que não cicatrizam
  • Problemas de mão quando em temperaturas ou locais frios
  • Dormência ou formigamento das pontas dos dedos
  • Inchaço
  • Dedos frios ou frios e / ou mãos

DIAGNÓSTICO

O seu médico irá realizar um exame físico e poderá encontrar:

  • Diminuição ou ausência de pulsos na axila, cotovelo, punho ou dedos
  • Veias cheias
  • Massas
  • Feridas ou gangrena na ponta dos dedos

Testes diagnósticos que seu médico pode executar incluem:

  • Exame Doppler ou ultrassonográfico do fluxo sanguíneo nas artérias e veias (Figura 2)
Figura 2 – Ultrassonografia Doppler da artéria radial
  • Registros de pressão arterial e pulso para medir o fluxo sanguíneo nos vasos do braço e dos dedos, usando pequenos manguitos de pressão sanguínea e um ultrassom
  • Angiografia por ressonância magnética, que é uma ressonância magnética da área afetada que presta atenção especial aos vasos (Figura 3)
Figura 3 – Angiografia por ressonância magnética (ARM) da mão
  • Teste de estresse pelo frio, em que a temperatura e a pressão sangüínea no (s) dedo (s) são registradas antes e depois da mão ser colocada em água fria
  • Arteriografia, onde um corante especial é injetado nos vasos e são feitos radiografias da mão e do braço. Este é o teste mais invasivo, mas pode mostrar o maior número de detalhes do navio.

TRATAMENTO

O tratamento irá variar dependendo da condição:

Traumatismo – Lesões traumáticas podem causar um corte parcial ou total do vaso, como por exemplo, de uma ferida com faca. Os vasos podem ser atingidos ou esticados o suficiente para danificar seu revestimento e causar um coágulo sanguíneo. O fluxo sanguíneo deficiente após o trauma faz com que os dedos fiquem brancos, frios e doloridos. Os vasos precisa ser reparado o mais rápido possível se o fluxo sanguíneo tiver parado. Às vezes, artérias próximas podem ajudar a continuar o fluxo sanguíneo para as partes. Neste caso, a lesão pode não ser uma emergência ou pode até não requerer reparo.

Aneurismas– Um aneurisma é uma fraqueza na parede da artéria que se expande como um balão (Figura 4). Um inchaço suave e indolor pode ser notado na artéria. Um coágulo dentro da artéria pode bloquear o fluxo sanguíneo ou espalhar coágulos menores na ponta dos dedos. Outros sintomas incluem dor, dormência, alterações de cor ou gangrena (morte) das pontas dos dedos. O tratamento pode incluir cirurgia para reconstruir a artéria ou amarrá-la, dependendo das circunstâncias.

Figura 4 – Dois tipos diferentes de aneurismas da mão

Malformações vasculares– Veias ou artérias alteradas podem estar presentes ao nascimento, mas podem não ser notadas até que elas comecem a se expandir. Algumas dessas malformações podem incluir conexões anormais entre veias e artérias. Os sintomas podem incluir inchaço, dor, calor, aumento do crescimento de uma parte e sangramento. As opções de tratamento incluem roupas ou envoltórios para aplicar pressão, coagular os vasos para tentar encolhê-los ou remover parte ou todos os vasos anormais com cirurgia.

Raynaud Pacientes com fenômeno ou doença de Raynaud têm artérias do dedo que se estreitam mais do que o normal quando estão em temperaturas frias. Os dedos ficam brancos e doloridos e depois azuis. A recuperação do fluxo sanguíneo torna os dedos rosa ou vermelhos. O tratamento inclui evitar as condições que desencadeiam a reação, usar roupas de proteção, como luvas ou luvas, tomar medicamentos que aumentam o fluxo sanguíneo para os dedos e a cirurgia. Feridas ou úlceras nos dedos podem curar mal devido ao baixo fluxo sanguíneo. Cirurgia para diminuir o estreitamento do vaso ou substituir partes bloqueadas dos vasos pode ser considerada se a dor não puder ser controlada ou se as feridas não cicatrizarem.

Artigo original:

-22.2141759-54.8181412