Contratura de Dupuytren

DESCRIÇÃO

Contratura de Dupuytren é um espessamento anormal do tecido logo abaixo da pele. Esse espessamento ocorre na palma da mão e pode se estender para os dedos. Nódulos firmes, retrações e cordões (linhas grossas) podem se desenvolver e fazer com que os dedos se dobrem na palma da mão (Figuras 1 e 2). Esta condição também pode ser conhecida como doença de Dupuytren. Ocasionalmente, a doença causa espessamento na parte superior dos dedos ou causa caroços e cordas nas solas dos pés (fibromatose plantar).
Figura 1 e 2 – Dedos dobrados na palma da mão são um sinal da Contratura de Dupuytren avançada.

CAUSAS

A causa da contratura de Dupuytren é desconhecida. O problema é mais comum em homens, pessoas com mais de 40 anos e descendentes do norte da Europa. Não há nenhuma evidência comprovada de que ferimentos nas mãos ou trabalhos específicos levar a um maior risco de desenvolver a contratura de Dupuytren.

SINAIS E SINTOMAS

Os sintomas da contratura de Dupuytren geralmente incluem cordas e caroços na palma da mão. Os caroços são geralmente firmes e presos à pele. Cordões grossos podem se desenvolver a partir da palma em um ou mais dedos. O anelar e o mindinho (4 e 5 dedos) estão mais comumente envolvidos. Em muitos casos, ambas as mãos são afetadas, mas cada mão pode ser afetada de maneira diferente.

Os nódulos podem ser desconfortável em algumas pessoas, mas a contratura de Dupuytren não é tipicamente dolorosa. A doença pode ser notada primeiro por causa da dificuldade em colocar a mão plana sobre uma superfície (Figura 3). Quando os dedos são contraturados (retraídos) para a palma da mão, pode ser mais difícil lavar as mãos, usar luvas, apertar as mãos e colocar as mãos nos bolsos. É difícil prever como a doença irá progredir. Algumas pessoas têm apenas pequenas protuberâncias ou cordas, enquanto outras desenvolvem dedos severamente curvados. A doença tende a ser mais grave se ocorrer em uma idade mais precoce.

Figura 3 – Indivíduos com Contratura de Dupuytren, por vezes, não conseguem achatar a mão sobre uma mesa.

TRATAMENTO

Em casos leves, especialmente se a função da mão é boa, apenas a observação é necessária. Um nódulo na palma da mão não significa que o tratamento seja necessário ou que a doença progrida. Para casos mais graves, várias opções de tratamento estão disponíveis para endireitar o (s) dedo (s). Essas opções podem incluir liberação por agulhas, medicamentos injetáveis ​​(não disponíveis no Brasil) ou cirurgia.

Seu cirurgião de mão discutirá o método mais apropriado baseado no estágio e no padrão da doença e nas articulações envolvidas. O objetivo do tratamento é melhorar o movimento e a função dos dedos; entretanto, a correção completa do (s) dedo (s) nem sempre pode acontecer. Mesmo com o tratamento, a doença pode voltar. Antes do tratamento, o cirurgião discutirá metas realistas e possíveis riscos.

Imobilizações e terapia da mão muitas vezes são necessárias após o tratamento, a fim de manter a função melhorada do dedo.

Artigo original:

-22.2245353-54.8214588