Câncer de pele na mão e extremidade superior

DESCRIÇÃO

Câncer da pele é uma alteração nas células da pele durante a faze crescimento alterando sua estrutura formando um tumor maligno. Essas células anormais podem invadir seu corpo, se implantar em outros órgãos e continuar crescendo, um processo chamado metástase.

A pele é a parte mais comum do corpo em que o câncer se desenvolve. O carcinoma espinocelular (CEC) é o tipo mais comum de câncer de pele da mão, seguido de carcinoma basocelular e melanoma. Existem outras formas mais raras desse tipo de câncer, como sarcoma de Kaposi, dermato-fibrossarcoma protuberans, tumores de glândulas sudoríparas e carcinoma de células de Merkel.

CAUSAS

CEC, carcinoma basocelular e melanoma estão associados à exposição crônica ao sol, pele clara e imunossupressão. Outros fatores incluem:

  • Exposição à radiação
  • Exposição a certos produtos químicos, como o arsênico
  • Certas condições genéticas, como xeroderma pigmentoso e síndrome de Gorlin

Pode ser mais provável que você sofra de melanoma se tiver o seguinte:

  • Ceratose actínica (crescimentos escamosos e crostosos)
  • Cornus cutâneos (colisões em forma de cone na pele)
  • Doença de Bowen
  • Certo histórico familiar

SINAIS E SINTOMAS

Carcinoma de células escamosas (CEC)
Este tipo de câncer de pele pode parecer com pequenos e firmes nódulos na pele. São muitas vezes de cor castanha ou acastanhada e podem resultar em escamas, úlceras, hemorragias ou crostas. A camada superior escamosa e crostosa pode se acumular, criando um chifre cutâneo (Figura 1). Algumas pessoas podem pensar erroneamente que o câncer é apenas um corte ou infecção que não parece curar (Figura 2).

Figura 1 – Carcinoma de células escamosas com pequeno corno cutâneo
Figura 2 – Carcinoma de células escamosas, por vezes, parece um corte ou infecção que não cicatriza – Este é um exemplo de um no lei

Carcinoma basocelular
Este tipo de câncer de pele resulta em pequenos nódulos bem definidos com uma borda perolada translúcida. Estes também podem ulcerar e parecer uma ferida crônica. Eles tendem a ser de crescimento mais lento, com menor tendência a metastatizar.

Melanoma
Os melanomas costumam parecer moles ou marcas de nascença. Qualquer um dos sinais mostrados abaixo, também conhecidos como ABCDEs do melanoma, pode ser um sinal da doença.

A – assimetria (forma é irregular)
B – borda é irregular
C – cor (cores variadas ou tons)
D – diâmetro é maior que 6 mm
E – evoluindo (mudando de qualquer forma)

COMO O CÂNCER DE PELE É DIAGNOSTICADO?

O diagnóstico começa com você pedindo ao seu médico para inspecionar sua pele. Uma história cuidadosa e exame físico serão realizados. Uma biópsia será necessária para confirmar que o nódulo é maligno. Isto pode ser feito retirando uma pequena parte de um grande pedaço ou removendo completamente um pequeno.

Os linfonodos também devem ser examinados, pois são um local comum para metástase, especialmente para melanoma e CEC. Outras avaliações, como biópsia do linfonodo sentinela, tomografia computadorizada e / ou tomografia computadorizada (PET), podem ser necessárias para verificar se há metástase, especialmente com melanoma.

TRATAMENTO

O tratamento padrão para o câncer de pele é a remoção cirúrgica do câncer. Tratamentos adicionais, como radiação e / ou quimioterapia, também podem ser necessários.

O melhor tratamento para este câncer é a prevenção. Certifique-se de tomar as seguintes precauções:

  • Use roupas de proteção e protetor solar ao sol.
  • Evite a exposição a produtos químicos de alto risco, como o arsênico.
  • Verifique sua pele regularmente com um dermatologista e mostre imediatamente quaisquer problemas de pele anormais ao seu médico.

Artigo ortiginal:

-22.2245353-54.8214588