O que é uma lesão de plexo braquial?

O que é o plexo braquial?

O o plexo braquial é uma complexa rede de nervos localizada na base do pescoço que se estende até a região superior do ombro. Tipicamente 5 nervos que saem da coluna cervical inervam todo o membro superior.

Como as lesões do plexo braquial ocorrem?

As lesões do plexo braquial ocorrem geralmente devido a estiramento ocorrido nos nervos, em sua maioria o nervo sofre estiramento mas continua em continuidade. Casos mais severos ele pode levar ao rompimento completo do nervo.

Existem algumas maneiras comuns de lesões do plexo braquial acontecerem. Nos recém-nascidos, a lesão pode ocorrer durante o parto. Isso é mais provável se o bebê ficar preso durante o parto. Lesões por estiramento podem ocorrer durante esportes de contato ou colisões. Em acidentes com carros ou motocicletas, o plexo braquial pode ser esticado pela força do impacto.

Quais são os sintomas de uma lesão do plexo braquial?

Cada lesão é única, e os sintomas se devem aos nervos exatos que se esticam e ao quanto se esticam. Muitos pacientes com lesões do plexo braquial descrevem dores “elétricas” ou de tiros que podem percorrer todo o caminho até a mão. Dormência e fraqueza também são comuns. O entorpecimento pode variar de um leve sentimento engraçado até a dormência total. A fraqueza pode variar de leve perda de força a total incapacidade de mover o ombro, o cotovelo, o punho e/ou a mão.

Como é diagnosticada uma lesão do plexo braquial?

As lesões nervosas são frequentemente difíceis de diagnosticar com imagens. Nos casos de lesões traumáticas, os raios X são normalmente usados para procurar fraturas ou luxações nos ossos e também para garantir que não haja lesões no pescoço ou no peito. Uma lesão do plexo braquial é diagnosticada principalmente por um exame médico, onde a sensação e a força em todo o ombro, braço e mão são cuidadosamente verificados. Com base em vários fatores, estudos de nervos (testes que examinam o quanto os nervos conduzem eletricidade), uma tomografia computadorizada ou ressonância magnética podem ser solicitados para saber mais sobre uma lesão específica.

Como é tratada uma lesão do plexo braquial?

Inicialmente, a maioria das lesões é observada por várias semanas para ver se os nervos se recuperam por conta própria. Durante esse período, é importante evitar que as articulações fracas fiquem rígidas e certifique-se de que as áreas insensíveis não sejam queimadas ou cortadas acidentalmente. Se os nervos não se recuperarem por conta própria, a cirurgia pode ser recomendada. A cirurgia recomendada é determinada por quais nervos são feridos e pode envolver a movimentação, reparação ou enxerto de nervos e tendões.

Qual é o resultado típico?

Em muitos casos, uma recuperação boa ou completa pode ocorrer sozinha ao longo de semanas a meses, geralmente levando 6 meses ou mais para se recuperar. Em casos mais graves, pode haver perda permanente de sensação e força. Infelizmente, a recuperação de uma lesão do plexo braquial pode ser imprevisível.

Consulte um cirurgião de mão e microcirurgião para melhor informações.

http://www.cirurgiadamao.org.br

Artigo original: Aqui

Dr Hugo Boin: Médico, Ortopedista, Cirurgião de mão e Microcirurgião. Residência médica em cirurgia da mão e microcirurgia - Universidade de São Paulo - Ribeirão Preto (USP-RP). Residência médica em ortopedia e traumatologia ortopédica – Faculdade de medicina de Marília (FAMEMA). Graduação em medicina – Faculdade de medicina da Grande Dourados – (UFGD).