Lesões relacionadas ao uso do Smartphone e como reduzir-las.

O uso repetitivo de qual quer coisa pode gerar desgaste, incluindo o uso manual do smartphone. O movimento repetitivo de clicar e arrastar podem causar lesões dos tendões flexores e extensores na mão, punho, antebraço e cotovelo.

As lesões de uso repetitivo são comuns em adultos mais velhos, mas os profissionais de saúde estão vendo lesões em pacientes mais jovens, pois a idade de início do uso de smartphones diminui.

Lesões Encontradas

Dedo em gatilho e tendinite são duas das patologias mais comuns de se encontrar relacionados ao sobre uso das mãos. Estas doenças são comuns em pessoas que passam longas horas digitando no computador. Atualmente nota-se que ocorreu um aumento na demanda de pacientes com a mesma patologia por conta do uso do smartphone.

Smartphone podem causar lesões do punho também. Os tendões do polegar passam pelo punho podendo inflamar e desenvolver a síndrome do túnel do carpo.

A síndrome do túnel do carpo neste caso ocorre devido ao processo inflamatório do tendão flexor e pelo uso do celular com o punho e cotovelo fletidos.

Maneiras de reduzir a lesão

  • Reduzir o tempo que você gasta no celular.
  • Telefones grandes causam menos danos aos dedos pois alongam a musculatura e não necessitam de uma flexão extrema para digitação. O lado prejudicial é que geralmente são mais pesados.

Outras maneiras de reduzir os movimentos repetitivos associada ao uso do seu celular:

  • Mensagem de voz
  • Colocar o celular horizontalmente
  • Usar o dedo indicador para digitar
  • Fazer descansos
  • Colocar o telefone celular sobre uma mesa para digitar mensagens.

Artigo original: Aqui

Dr Hugo Boin: Médico, Ortopedista, Cirurgião de mão e Microcirurgião. Residência médica em cirurgia da mão e microcirurgia - Universidade de São Paulo - Ribeirão Preto (USP-RP). Residência médica em ortopedia e traumatologia ortopédica – Faculdade de medicina de Marília (FAMEMA). Graduação em medicina – Faculdade de medicina da Grande Dourados – (UFGD).